Sapatilhas Repetto

8 Ago

Quem nunca se apaixonou pelas imagens delicadas vindas do ballet que atire a primeira pedra, eu que num passado remoto fui aspirante á bailarina, já sonhei com palcos, tutus e sapatilhas, mais tarde quando me interessei por moda uma das primeiras paixões e objetos de desejo foi as sapatilhas Repetto, com suas publicidades incríveis sempre vinculadas ao mundo da dança e a delicadeza dos calçados que remetem ás sapatilhas.

Baillarina Repetto

Em 1947, Rose Repetto mãe do coreógrafo Roland Petit, desenvolveu o primeiro par á pedido do filho, e mal sabia ela que estava começando aí com uma marca que viria a ser objeto de desejo de tantos fashionistas. A marca tornou-se referência entre dançarinos, e  ela adaptou as sapatilhas de dança para calçados leves e confortáveis para serem usados no dia a dia e foi então que esse novo modelo de calçado, colorido,confortável e sem saltos começou a tomar as ruas de Paris. As sapatilhas alcançaram o grande público uma década mais tarde em 1956 quando Brigitte Bardot encomendou um par para Rose para sua atuação no filme “E Deus criou a mulher…” , o modelo Cendrillon tornou-se então um clássico da marca.

Brigitte Bardot
Depois de Bardot muitas celebridades fizeram história com suas Repetto nos pés, Audrey Hepburn que era tida como uma mulher alta para sua época, não abria mão da classe e conforto que as sapatilhas lhe davam e também as levou para o set de filmagem em “Cinderela em Paris” de 1957 (vale a pena assistir essa comédia romântica antiguinha e gostosa de ver). Como não poderia deixar de ser o bailarino mais estrelado do mundo da dança Mikhail Baryshnikov sempre estava com as suas nos pés, e usava os mais variados modelos da marca nos palcos e até o músico francês Serge Gainsbourg, que inclusive teve caso com Bardot e com Jane Birkin (para conhece-lo melhor o filme “Gainsbourg” é uma grande pedida) encantou-se pelo modelo Zizi feito para sua enteada Zizi Jeanmarie que era bailarina, e foi um grande embaixador da marca usando os modelos que lembravam sapatos Oxford. E recentemente,não temos como não lembrar, Amy Winehouse foi uma ávida consumidora de Repettos, sempre vista usando os seus pares estivessem eles limpos ou  encardidos

Audrey Amy Mikhail

Quando Rose morreu em 1984, a marca foi comprada por um ex executivo da Rebook que deu nova vida ás famosas sapatilhas e expandiu o negócio, hoje podemos inclusive encontrar loja da Repetto em São Paulo, no shopping Cidade Jardim. Parte do plano de expansão incluiu parceria com designers famosos como Karl Lagerfeld e Yohji Yamamoto, e uma coleção de roupas inspirada nos trajes de dança, sempre usando as cores clássicas dos bastidores do ballet como tons pastéis, nude e vermelho vivo.A Repetto ainda tem como seu carro chefe a variedade de cores do modelo clássico, que é básico, de design simples e delicado. Mas hoje possui linhas especiais, inclusive uma toda voltada para noivas. 

Propaganda clássica cores repetto

Para quem ama dançar ou mesmo para quem gosta só da magia que o ballet traz, ter uma Repetto no armário é quase como um sonho.Vale á pena investir :)
Beijos e até semana que vem!

Por Haldry Martarelli

Badulakit  

Deixe seu comentário ;)

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: